Nada com nada

As vezes eu paro pra pensar, em tanta coisa... As vezes eu paro pra lembrar, de tanta coisa. As vezes eu paro para olhar, é tanta coisa. Quanta coisa já aconteceu, e acabou. Quanta coisa começou,e ainda vai começar. Tudo novo de novo. Mesmo depois do fim, a gente ainda pensa no meio. Recaida? Não. Só falta de costume. Saudade? Do que nao tive sim. Mas é tanta coisa agora, que eu não sei mais. É tanta coisa mas eu nao sinto nada. Só um torpor de deixa a vida me levar. Eu levo ela do jeito bom, tão bom, livre leve e solto. Já estava com saudades das minhas asas.
As vezes eu paro pra pensar, sera que existe receita para as coisas? Amor e bla bla bla. A gente segue uma linha, faz um jogo. E ai? E ai nada, tudo acaba, tudo muda. Triste né. Emocionante eu diria. O desafio é fazer durar, mas durar sem deixar de ser bom.
Nada a ver com nada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um belo dia

Mundo mundo vasto mundo