Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

O amor não acaba, nós é que mudamos

''Um homem e uma mulher vivem uma intensa relação de amor, e depois de alguns anos se separam, cada um vai em busca do próprio caminho, saem do raio de visão um do outro. Que fim levou aquele sentimento? O amor realmente acaba?

O que acaba são algumas de nossas expectativas e desejos, que são subtituídos por outros no decorrer da vida. As pessoas não mudam na sua essência, mas mudam muito de sonhos, mudam de pontos de vista e de necessidades, principalmente de necessidades. O amor costuma ser amoldado à nossa carência de envolvimento afetivo, porém essa carência não é estática, ela se modifica à medida que vamos tendo novas experiências, à medida que vamos aprendendo com as dores, com os remorsos e com nossos erros todos. O amor se mantém o mesmo apenas para aqueles que se mantém os mesmos.

Se nada muda dentro de você, o amor que você sente, ou que você sofre, também não muda. Amores eternos só existem para dois grupos de pessoas. O primeiro é formado por aqueles que se recu…

Saudades de mim.

A cada dia que passa descubro um pedacinho de mim. E hoje nao foi diferente. Varo a madrugada a fora em busca de mim. O Eu que se perde a cada curva. Hoje aqui, achei mais um pedacinho desse enorme quebra-cabeça. Descobri a saudade. Saudade de mim. Saudade de viver comigo, saudade de me bastar. A muito tempo não consigo pensar só em mim, sem pensar nele. A muito tempo não sei viver aqui, sem viver com ele. Sinto saudades de quando eu era Eu e ponto. Quando meu coração batia forte e descobria o novo. A vida se tornou diferente depois que você apareceu. Sim, pra melhor sem duvidas. Anjos apareceram na hora que eu mais precisava. E você não se foi, não distanciou como os outros. Você ficou ate agora. Mas conversando comigo, percebo que eu sinto falta de mim. Falta de pensar no que eu vou fazer sem depender de você. Eu te amo, é verdade, nunca menti isso, mas eu sinto falta de mim! Como pode ser isso? Talvez seja isso que nos falte. EU. A gente se prende tanto a um vicio, e quebrar essa …

Mais

É engraçado como os sentimentos mudam, e se revezam. Uma hora eu odeio, no outro na gosto. O tempo passa e sai curando tudo, as feridas, as magoas. Penso que tudo o que acontece bom ou ruim, no final sempre faz sentido. Já tive tantas brigas, já senti tanta raiva. E hoje? A unica coisa que esses sentimentos me causam é a sensação de que sou muito mais do que eles. Sou mais do que aquela que foi traída, ou ignorada. Sou mais do que isso. Sou forte e posso muito mais do que imaginam.
É engraçado também como pequenos atos, como mudar minhas coisas de lugar sem meu consentimento, me tirando assim, de onde eu gostaria de estar, causa uma revolta imensa. Que raiva que senti. Quem pensam que são? Sou mais que do que isso. Sinto isso, mas sou maior do que isso. Sou mais do que aquele velho medo de se entregar, sou mais do a preguiça, sou mais ate que o desejo. Sou razão, misturada com sensação. Sou mente e coração muito bem equilibrados. Sou mais do que o sono que me vence. Sou mais, bem mai…

O que é isso?

O que é isso? Esse emaranhado de sensações, gostos, desejos e medos? O que é isso? Essa alegria que vira repulsa? Esse doce que vira amargo. Tem que não se sabe o que se quer, ou o que se sente, ou pelo menos o que se é. O que é isso agora? Tudo o que um vez eu quis, e agora? Será isso? Não quero mais então? Não sei. Cada olhar me desperta uma coisa nova, sem nome.Cada olhar para trás me faz sentir outras tantas coisas que nem sei como chama-las.
O que é isso? Que me deixa tão confusa, não em duvida, indecisa. Eu quero isso, ou aquilo? Na verdade eu quero os dois, quero a rapidez de um, e a qualidade do outro. A excitaçao e a novidade , mas quero também a certeza e a intimidade. E agora? O que é isso? Cada dia algo muda, uma parte se vai. Outras partes chegam. Mas ainda não sei o que é isso...
Esse tanto de indagações que ao mesmo tempo que me pedem uma resposta me falam '' deixa pra lá, e curte! Cai no samba! ''
Cair no samba? Tudo que eu mais queria. Mas e agora? O …