Saudade

Olhando as fotos é impossivel dizer que não há saudades. Foram tantos sorrisos, choros, momentos unicos! Eu lembro das manhãs na praça, das fotos, das risadas, das brincadeiras. Lembro também das brigas bobas, das desculpas nao dadas, das palavras nao ditas. Se eu pudesse eu nao viveria tudo de novo. Deixaria tudo do jeito que tá, e do jeito que foi. Sinto saudade do ocio nem sempre criativo. Da yoga, das apresentaçoes, das danças no recreio. Dos passeios de bicicleta que sempre acabavam com um tombo. Das tardes no quintal tentando fazer estrela, ouvindo axé, aprendendo as coreografias do d'corpo inteiro pra depois apresentar na escola. Das olimpiadas, das festas juninas sempre iguais, dos bailes de aleluia sempre iguais, e das exposiçoes que nunca eram iguais. Do clima que predominava quando o frio chegava, do calor sufocante. Da carencia inebriante. Das fofocas, dos amores que nunca foram amores, das paixoes que sempre foram tesão. Da falta continua, do querer mais quando já se tem o suficiente. A inquietude de um sabado a noite, da decepção de outra festa corrida. Do gosto bom de beijos quase perfeitos com intervalos suficientes para nao gerar apego. Saudade tambem das noites nao dormidas. Das noites que foram passadas a base de muito riso, conversa, confissões. Das caminhadas pela cidade, dos encontros por acaso, das caminhadas, das coisas escondidas, do frio na barriga de se chegar em casa as 10 da manha quando nao se sabe a origem, saudades daquelas amizades e inimizades. Saudade dos ''TOPS'' que no final das contas nao eram isso, eram só mais velhos. Saudade das descobertas, das vodkas que me faziam dormir sentada e ver o mundo girar, e girar, e girar... E dos cigarros escondidos, da falsa cumplicidade momentanea. Da mudança de carater. Da insegurança de nao se saber quem sou, pra onde vou, e como vou. E da certeza de descobrir que ali nao é meu lugar. Saudade, saudade, saudade. Dá e passa. Mas deixa a sensação de que tudo foi muito bom.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mundo mundo vasto mundo

Criança