Mais uma vez me pego aqui pensando... me vejo em você. Cada movimento, cada brincadeira, que eu poderia fazer. Os medos, as vontades... me vejo em você. E isso é tão estranho. Eu te solto mas você não me larga. Eu vou, mas você sutilmente vem atrás. É tão estranho. Me vejo tanto em você que até nos pensamentos a gente se encontra. Não é preciso falar, eu sei o que você pensa, sente. E vice-versa. Eu me perco quando eu te encontro. Eu me perco nas brincadeiras, nas palavras, nos abraços, nos olhares, nos passos, na mão, pés e bocas. Eu me perco, e não me acho. Só depois do expediente, quem sabe. Ainda espero um obrigado, por que um Eu te amo eu não preciso mais esperar, você já diz, brincando, claro! Pois o medo de se expor é sua marca registrada. Eu respondo Eu também mas na dúvida, de dizer uma verdade pra quem não está pronto pra ela. Mas eu também não sei se amo. É estranho, te olhar é como olhar num espelho, até comendo me vejo em você. Engraçado, só fui perceber isso hoje. Eu acho graça na forma como você foge, não é como com as outras que você simplesmente foge. Ou sai fora e pronto. Acabou. Você foge mas fica. Sai correndo sem sair do lugar, e eu olhando, achando graça. Correr pra que né? Acho mais graça ainda das escolhas erradas, pra mim você fez a escolha errada, sem dúvida! Não te vejo nela. Ela é não ri, não te faz rir, não se diverte com você. Ela simplesmente está ali. Bonita, mas simplesmente ali. Enquanto nós dois, ah nós dois. A gente dança, brinca, ri, flutua, se esbarra e até se estranha. Mas não estamos simplesmente ali. A gente se entranha sem se encostar. A gente se esbarra em pensamento, a gente se toca com palavras, e você corre como uma criança assustada quando eu digo que não é brincadeira, é real. O que eu quero é o real de uma brincadeira, que nunca vai deixar de ser uma brincadeira, que diverte, e as vezes machuca. Mas me faz rir e alegra a minha tarde, e um pouco da noite, nem sempre. Só queria que você soubesse. Que pra mim, você pode ser mais do que brincadeira. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mundo mundo vasto mundo

Criança